Pular para o conteúdo principal

Morando 6 meses em Dublin - parte 3

...CONTINUANDO A PARTE 3...

FôLEGO PARA CORRER ATRÁS DE EMPREGO...DE NOVO...

Crise! Sim! Meses aqui e todo mês tirando da reserva. Sempre era eu quem dava uma "desanimada" de tudo isso. Mas...dessa vez foi marido que "desanimou". Na hora meu mundo desabou, mas era hora de EU manter ele em pé e puxar a carroça. Isso me encheu de força...peguei meus CVs de novo e organizei minhas andanças em busca de emprego de novo.


Confesso que eu tinha entrado numa zona de conforto...pois eu já tinha andado muito e ouvido muito NÃO, visto caras feias e ouvido desaforos do tipo: "vou jogar seu CV no lixo junto com os outros".
E olha que....tive resultado em 1 semana!



MAIS UMA "ENRASCADA"?...

QUASE me enfiei em "enrascada" de novo! Haja dom para se enfiar em "enrascada", hein?

Eu fui num shopping (na verdade eu fui em MUITOS shoppings) e estava na minha rotina de entregar CV. Até que eu vi num café uma menina sendo entrevistada. Peguei o gancho e fui no caixa. Perguntei pelo gerente e deixei meu CV...tentando me vender (como sempre). O gerente disse para eu me sentar que ele iria me entrevistar. Ok!! Depois de um tempo ele foi na minha mesa e falou para eu falar depressa quem eu era, minhas experiências, o que eu estava fazendo aqui e o que eu poderia contribuir e disse, ainda, que queria ver se eu tinha um inglês bom enquanto eu falava. Eu falei pelos cotovelos da forma mais rápida que eu poderia. Aí ele falou se eu poderia fazer um "trial" de umas 2 horas naquele momento e eu disse que ok.


Ele me deu dinheiro para comprar uma blusa preta básica na Penneys e assim começou meu "trial". Me "jogaram" lá sem falar direito o que fazer. Fiquei 3 horas nesse trial e no final ele disse que eu precisava ficar mais focada e ser mais rápida e perguntou se achava que eu dava conta. Eu disse que sim...que poderia dar conta e que poderia melhorar. Aí ele disse que iria PENSAR e que me mandaria uma mensagem de celular no outro dia falando se eu "passei ou não". Saí de lá A.C.A.B.A.D.A. O cara não explicava  NADA e quando eu perguntava ele ficava bravo e ele sabia que eu NÃO tinha experiência em café....enquanto eu tava no trial rolou até briga dele com um dos funcionários. Imagina a energia daquele lugar.



E FINALMENTE...

Eu tinha também em outros dias entregado CVs em vários lugares e um deles era um café de uma rede conhecida. Conversei diretamente com a gerente e tentei me vender. Ela disse que TALVEZ teria algo em setembro, mas que não poderia prometer nada. Eu abri um sorriso e disse que "sem problemas". Acho que ela foi com a "minha cara" e entregou para uma gerente de um outro café (da mesma rede) que estava precisando de gente. Essa gerente me ligou dizendo que tinham entregado o CV para ela e que ela gostaria de conversar comigo. Isso foi 2 dias DEPOIS de eu ter deixado meu CV com a primeira gerente.
Nisso o gerente daquele café que eu fiz o "trial" me mandou mensagem dizendo que eu poderia começar no outro dia 7h30 da manhã. Eu fiquei perdida...porque um disse que me "contrataria" e outro tinha agendado uma entrevista. Mas SÓ de pensar de trabalhar naquele café daquele cara com aquela energia ruim e que não sabia ser chefe...não tinha paciência...fazia cara feia toda hora...eu comecei a ficar mal. Marido me apoiou e disse para agradecer, mas EU não queria trabalhar lá. Ok! Quando enviei a mensagem foi um mix de alívio e "será que fiz cagada?", rs.

Fui na entrevista no café da grande rede e o que posso falar: em 1 semana eu estava empregada como Barista num café (de uma rede grande) perto de casa.
NÃO! Não menti no meu CV. Mas claro que peguei as minhas experiências (incluindo estágios) e separei em diversos CVs. Redes grandes de café não fazem exigência de você ter experiência em café, pois eles te treinam. Acho que eles precisam sentir que você quer aprender, tem paixão em lidar com pessoas e acho que gostar de café é um "plus".



O FUTURO A DEUS DARÁ...

Bem...AGORA com 6 meses de Irlanda...sinto que já vivi muita coisa...e pela primeira vez sinto que AGORA posso começar a fazer planos...estabelecer rotina...focar em qualidade de vida.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reconhecimento de nutricionista na Irlanda

Olá pessoas, Hoje recebi a notícia que finalmente sou considerada Dietitian na Irlanda. Aqui é diferente do Brasil. No Brasil ter um diploma de Bacharel em Nutrição bastaria para você atuar em qualquer area escolhida. Aqui na Irlanda para você ser considerada uma nutricionista cliclín tem requisitos. Eu estou tentando o reconhecimento desde que cheguei em 2014. Na época o reconhecimento era feito pelo Departamento de Saúde. Eu enviei uma caixa (sim! Uma caixa de documentos em português e traduzido). Dentre os documentos se encontravam meus diplomas: bacharelado em Nutrição, Especialização em Nutrição Clínica, Mestrado e Doutorado em Alimentos e Nutrição e TODAS as ementas de cada uma das matérias feitas de todos os cursos. Haja papel! Só o formulário dava mais se 20 páginas depois de preenchido. Além disso eu tive que ser entrevistada por uma banca de dietitians. Acha que basta???? NÃO! Depois de passar por tudo isso...o processo de reconhecimento MUDA e o orgao

Creche na Irlanda - é de graça?

Olá pessoas! Não paro de me desculpar pela ausência. Mas é bem difícil administrar casa, bebê, trabalho, e blog. Depois de meu baby nascer eu comecei a me interessar e mergulhar no mundo infantil da Irlanda. E um dos assuntos que tenho pesquisado é CRECHE. Quando eu engravidei eu trabalhava full time (tempo integral) e cada dia e semana eu trabalhava em horários diferentes. Ou seja, não tinha uma rotina! Como iria fazer com bebê em casa? Meu marido também trabalha full time e em horários "loucos". Confesso que fiquei desesperada! Afinal, só o salário do meu marido não pagaria todas as contas. Então comecei a procurar as creches mais perto de casa e fui visitá-las. Não tinha ideia do preço, nem de horário de funcionamento, nem das estruturas da creche e muito menos das atividades e peculiaridades. Tem muitas creches onde eu moro, mesmo sendo uma cidade pequena. Não é de se espantar, já que o que não falta nesta Irlanda é crianças!!!! Fiquei assustada co

Como não gastar muito no enxoval do bebê na Irlanda

Olá pessoas, Acredito não ter mencionado em post anterior, mas estamos esperando nossas segunda filha. Para ser exata essa semana estamos com 32 semanas. A cesaria esta agendada para dia 26 de setembro e até lá o enxoval tem que estar pronto não? Entao, como não gastar muito e deixar tudo pronto? Aqui na Irlanda mercado de produtos usados é bem forte. Tem coisas muito boas com preço muito em conta. E onde pode-se comprar produtos usados ou mesmo conseguir doacao? Adverts.ie Donedeal.ie Marketplace no Facebook Comunidades de mães brasileiras na Irlanda no Facebook Amigas Além de produtos usados há muitas coisas boas que são doadas e nesses mesmos canais onde se compra produtos usados. Além disso, converse com as amigas que tem filhos sobre o que você precisa. Muitas podem te doar, vender ou emprestar. Deixe eu exemplificar, eu queria muito nos primeiro meses dessa segunda bebê usar o berço que meio que se acopla na cama (no caso o berço se chama Nex