Pular para o conteúdo principal

Morando 6 meses em Dublin - parte 2


...CONTINUANDO NA PARTE 2...

PRIMEIRA VISITA DA FAMÍLIA...

Nesse meio tempo veio minha mãe, uma amiga da família e meu irmão nos visitar. Ficaram 2 meses. Eu estava com o trabalho temporário no local de eventos da faculdade. Eles vieram bem quando estava começando a escassear os dias que eu estava sendo chamada.




TURISTANDO...

Estes 2 meses que eles ficaram aqui eu turistei MUITO. Conheci muitas partes de Dublin que não conhecia, fiz passeio de barco pelo rio Liffey, na Guinness, etc. Viajei pela Irlanda em passeios turísticos como Cliffs of Moher, Wicklow, Newgrange, Hill of Tara e assim por diante. Além de irmos visitar Irlanda do Norte, especificamente Belfast. Conhecemos o famoso museu do Titanic. E até ida para Escócia rolou...conheci Glasgow bem na época que iria começar as Olimpíadas.
NUNCA teria feito tanto passeio SE minha família não tivesse me visitado....pois eu estava ENTERRADA em procurar emprego e de receber tantos NÃOS. Como eu iria passear e gastar dinheiro se eu não tava trabalhando? Além disso, eu não tinha cabeça para isso. Estava depressiva...Minha família veio e ajudou muito.



RECONHECIMENTO DA ESCOLARIDADE...

Além disso, nesse meio tempo eu dei entrada no reconhecimento da minha escolaridade e logo veio (expliquei em um dos posts como é o processo).



HOMESICK...

O dia que eles foram embora foi TERRÍVEL! Eu senti um HOMESICK potencializado. Nunca fui a pessoa mais caseira e família da mundo, mas....doeu demais ver minha família entrando na van e eu NÃO saber QUANDO os veria DE NOVO. Perder a companhia deles...o colo de mãe...a comidinha...as risadas...


O outro dia foi pior ainda....marido saiu para trabalhar e eu fiquei sozinha em casa, sendo que a casa antes estava lotadérrima e cheia de vida. O Homesick me pegou com navalhas afiadas....horrível. Aí que entram pessoas boas na sua vida....Eu fiquei chorosa durante o dia...assisti um milhão de filmes para me distrair. No outro dia foi quase a mesma coisa...Até que a vizinha (que é brasileira) me ligar para tomar um café e comer uma torta, pois a filhinha dela queria muito me ver. Eu sei que ela fez isso para me ajudar e isso realmente me fez um bem. Saber que tem pessoas boas como ela que se importam! São essas pequenas ações que pesam quando você está fora de casa...fora da sua zona de conforto e se sentindo só.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reconhecimento de nutricionista na Irlanda

Olá pessoas, Hoje recebi a notícia que finalmente sou considerada Dietitian na Irlanda. Aqui é diferente do Brasil. No Brasil ter um diploma de Bacharel em Nutrição bastaria para você atuar em qualquer area escolhida. Aqui na Irlanda para você ser considerada uma nutricionista cliclín tem requisitos. Eu estou tentando o reconhecimento desde que cheguei em 2014. Na época o reconhecimento era feito pelo Departamento de Saúde. Eu enviei uma caixa (sim! Uma caixa de documentos em português e traduzido). Dentre os documentos se encontravam meus diplomas: bacharelado em Nutrição, Especialização em Nutrição Clínica, Mestrado e Doutorado em Alimentos e Nutrição e TODAS as ementas de cada uma das matérias feitas de todos os cursos. Haja papel! Só o formulário dava mais se 20 páginas depois de preenchido. Além disso eu tive que ser entrevistada por uma banca de dietitians. Acha que basta???? NÃO! Depois de passar por tudo isso...o processo de reconhecimento MUDA e o orgao

Creche na Irlanda - é de graça?

Olá pessoas! Não paro de me desculpar pela ausência. Mas é bem difícil administrar casa, bebê, trabalho, e blog. Depois de meu baby nascer eu comecei a me interessar e mergulhar no mundo infantil da Irlanda. E um dos assuntos que tenho pesquisado é CRECHE. Quando eu engravidei eu trabalhava full time (tempo integral) e cada dia e semana eu trabalhava em horários diferentes. Ou seja, não tinha uma rotina! Como iria fazer com bebê em casa? Meu marido também trabalha full time e em horários "loucos". Confesso que fiquei desesperada! Afinal, só o salário do meu marido não pagaria todas as contas. Então comecei a procurar as creches mais perto de casa e fui visitá-las. Não tinha ideia do preço, nem de horário de funcionamento, nem das estruturas da creche e muito menos das atividades e peculiaridades. Tem muitas creches onde eu moro, mesmo sendo uma cidade pequena. Não é de se espantar, já que o que não falta nesta Irlanda é crianças!!!! Fiquei assustada co

Como não gastar muito no enxoval do bebê na Irlanda

Olá pessoas, Acredito não ter mencionado em post anterior, mas estamos esperando nossas segunda filha. Para ser exata essa semana estamos com 32 semanas. A cesaria esta agendada para dia 26 de setembro e até lá o enxoval tem que estar pronto não? Entao, como não gastar muito e deixar tudo pronto? Aqui na Irlanda mercado de produtos usados é bem forte. Tem coisas muito boas com preço muito em conta. E onde pode-se comprar produtos usados ou mesmo conseguir doacao? Adverts.ie Donedeal.ie Marketplace no Facebook Comunidades de mães brasileiras na Irlanda no Facebook Amigas Além de produtos usados há muitas coisas boas que são doadas e nesses mesmos canais onde se compra produtos usados. Além disso, converse com as amigas que tem filhos sobre o que você precisa. Muitas podem te doar, vender ou emprestar. Deixe eu exemplificar, eu queria muito nos primeiro meses dessa segunda bebê usar o berço que meio que se acopla na cama (no caso o berço se chama Nex