Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Família - o preço emocional de morar no exterior

Eu sempre tive o desejo de residir fora do Brasil. Acredito que pela grande troca de cultura, pela possibilidade de conhecer diversos países e viajar, pela infra-estrutura, e por diversas razões. Essa vontade foi sempre "abafada" pela correria do dia a dia. Até que um dia eu e meu marido conversamos e decidimos que era hora. Tínhamos planos de ter filho e gostaríamos de poder dar melhores condições a ele. Pesquisamos muito e conversamos com muitas pessoas e decidimos ir para Irlanda. Inicialmente iríamos para Suiça italiana, mas eu teria que ir sozinha, arranjar emprego para depois ele ir para lá e conseguir o visto para residir lá. A Irlanda, por outro lado, era simples: ele pegaria o visto de estudante até eu conseguir emprego fixo e entrarmos com o pedido de STAMP4EUFAM (visto de familiar de europeu). E assim foi... Depois de quase 2 anos morando fora, recebemos visita de minha mãe, meu irmão, minha cunhada e até amiga da família. Estávamos "matando" as sau