Pular para o conteúdo principal

Descobrindo a gravidez e Sistema de Saúde Irlandês para gestantes

Olá pessoas,

É! Acho que já deu para perceber que descobri que estou grávida.

Estes dias atrás meu marido olhou para mim e disse que eu estava com uma "cara de grávida".

Pensei: "cara de grávida"???

Fiquei encafifada e fiz o teste de gravidez que comprei no Eurgiant mesmo e os 2 testes deram positivos.

"ÃHHNNN?"

No outro dia era meu dia de folga do trabalho e fui no HSE mais perto de casa e disse que eu queria confirmar se eu estava grávida. A atendente falou que eles não faziam o teste de gravidez e que se eu quisesse passar pelo GP eu teria que pagar 45 euricos. OK! Então tá, né?

Esperei um pouco e logo fui chamada por uma GP com um semblante tranquilérrimo. Mostrei as fotos do resultado dos testes e ela fez mais um para confirmar (porque eu pedi) e PUM: "Congratulations"!

Ela conversou muito tranquilamente comigo e basicamente o recado (mil vezes repetido) era: evite ficar muito ansiosa com tudo isso, a natureza irá tomar o percurso dela, eu não conseguirei controlar tudo, continuar com minha vida normalmente, etc. Me deu o cartão dela com todos os horários em que ela se encontrava lá, o telefone, email e tudo mais.

Na mesma hora ela já preencheu um formulário para o Departamento de Saúde da Irlanda reportando que eu estava grávida. Ou seja, NÃO precisei pagar NADA pela consulta.

Ela me perguntou qual era o hospital que eu gostaria de ter o meu filho e eu escolhi o Rotunda. Em seguida, ela me explicou que, por eu estar grávida, tenho algumas consultas de graça e que a próxima consulta seria no hospital. Me entregou uma carta contendo meus dados e passou o email e telefone do hospital e disse que eu poderia mandar email para agendar.

No mesmo dia eu mandei email passando meus dados (minha idade,data de nascimento, primeiro dia do último periodo menstrual, medicamento que utilizo, nome da GP que me consultei, e todos os dados que continham na carta). Após pouco tempo recebi um email resposta falando que iriam me ligar para agendar. Dito e feito, me ligaram no horário em que escreveram no email. Confirmaram os dados que eu passei, perguntaram se era meu primeiro filho, pediram meu endereço residencial e disseram que o próximo passo era enviar por correio a data de agendamento da consulta.

Um a dois dias depois chegou a carta em casa com vários panfletos explicando como seria a próxima consulta e com informações sobre as palestras que oferecem, e sobre todo o suporte que disponibilizam para as futuras mamães. Eles irão sempre agendar as próximas consultas no mesmo dia da semana e horário...assim eu serei atendida SEMPRE pela mesma equipe. Achei tudo muito ótimo e já me sinto cuidada.

Aqui na Irlanda eles têm um sistema bem interessante para gestantes, não?

Todos os encontros que eu tive durante a gestação eu postarei em post, pois optei pelo atendimento compartilhado das enfermeiras/parteiras (Midwives) da Rotunda e GP. Em certas semanas específicas de gestação você vai ser atendido por algum profissional e eu direi o que foi abordado.

OK! Estou atualizando este post, pois estou com 35 semanas e já estou na reta final dessa caminhada.

Vai ser um post meio longo, mas vou retomar todas as consultas e tudo o que rolou até o momento, pois é diferente do Brasil.

Quando eu descobri que estava grávida a GP ("médica/médico da família") me falou que provavelmente eu estava com 5 semanas (levando em consideração o primeiro dia da minha última menstruação - por sinal meu aniversário). Depois de 3 semanas que descobri a gravidez eu sentia MUITA dor (parecida com dor de cólica menstrual - o termo utilizado aqui é "cramp") e tinha um corrimento marrom (o termo é vaginal discharge). Pronto! Comecei a pesquisar e vi que poderia ser que eu estava abortando (o termo é miscarriage). Teve um dia que a cólica foi tanta que não consegui ir ao trabalho. No mesmo dia corri pra GP e expliquei o que estava sentindo, Ela pediu um ultrassom de "emergência" no Rotunda (Hospital que eu escolhi para meu parto). Coloquei " " em emergência, pois leva uns dias, já que mesmo "de emergência" precisa ser agendado (mas NADA demorado de se agendar). Se prepare, pois aqui eles NÃO permitem filmar no ultrassom em momento ALGUM. O máximo que eles fazem é imprimir umas imagens do ultrassom e PRONTO. Nesse primeiro ultrassom que fiz foi verificado que estava tudo em ordem, mas NÃO é um ultrassom de rotina.

O primeiro ultrassom "de rotina" é agendado quando se está em torno de 12 semanas e é realizado no Hospital. Nesse dia, ainda, é coletado urina, sangue, além de ter uma longa conversa com a enfermeira (ela fará o levantamento detalhado sobre o seu histórico familiar de doenças, seu histórico pessoal de doenças, hábitos de vida: cigarro/bebida, etc) e no final que o ultrassom é realizado por uma médica, que conversou rapidamente comigo.

O próximo ultrassom foi realizado quando eu estava com 20 semanas de gestação, quando descobri o sexo do bebê. Nesse ultrassom a médica conversou mais comigo e me mostrou os órgãos do bebê (coração, bexiga, pulmão, etc) e foi me dando feedback sobre a saúde e desenvolvimento do feto.

Com 27 semanas de gestação foi minha primeira visita à midwife (enfermeira/parteira) no centro de saúde da região em que eu morava. O que eu senti: que a consulta com a midwife foi mais "produtiva" do que as consultas com a GP. Eu reclamei que estava com cansaço absurdo, falta de ar e as vezes tontura e ela na hora coletou sangue e já me orientou sobre anemia (me prescreveu um suplemento e até orientação sobre alimentação me passou). Além disso, eu relatei sobre minha escoliose e sobre meu interesse em amamentar meu bebê após seu nascimento. Ela rapidamente já me respondeu que iria pedir um agendamento no Hospital com um anestesista (vai que eu precisasse de Epidural e minha escoliose pudesse ser um problema), além de palestra sobre amamentação no Hospital e palestra sobre o parto (como sinais, o que fazer, quando ir no Hospital, etc). Em alguns dias (ou foi uma semana? não me recordo) chegaram as cartas do Hospital com os detalhes de todos os agendamentos (anestesista e as palestras, sendo que a sobre parto posso levar um acompanhante - no caso será meu marido). Nesse dia ela me entregou o meu prontuário médico do meu Hospital (com TODAS as informações de saúde coletadas nas consultas, resultados de exames, etc). SIM! Aqui eu mantenho meu prontuário e levo comigo nas consultas com as midwives e provavelmente no Hospital. NÃO...o GP nem olha seu prontuário (isso eu não achei legal. Afinal, meu recordatório/histórico está todo lá...).

À medida que vai avançando a gestação, os encontros com o GP e Midwives são cada vez menos espaçados. A partir da 27 semana a cada 2 semanas eu sou monitorada: uma vez pelo GP e outra vez pelas Midwive. Eles SEMPRE coletam e examinam a urina NA HORA. Eles SEMPRE verificam os batimentos cardíacos do bebê.

Até o momento percebi que aqui eles não fazem tanto ultrassom como no Brasil, mas eles monitoram sempre os batimentos cardíacos, perguntam se o bebê está se movimentando ou se senti diferença no padrão de movimentos, além de mensurarem a altura uterina.




Comentários

  1. Parabéns pelo neném!
    Estou me mudando em abril com meu marido (um esquema bem parecido com o de vocês), descobri teu blog e está me ajudando MUITO! Muito bons e completos teus relatos.

    Felicidades para a família :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom poder ajudar. Se tiver algum tópico que precise de mais detalhes ou se tiver algum assunto que não abordei estou aberta a sugestões.

      Excluir
  2. O que você esta achando? Estou de 17 semanas e estou no Brasil mas até o final de fevereiro eu me mudo para a Irlanda! Gostaria de saber sua opinião! Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Celinha. Após ver seu comentário eu detalhei mais o que tenho passado até agora em relação ao atendimento médico relacionado com a minha gestação. Vou atualizando à medida que as coisas forem evoluindo, como o parto...a malinha para levar para o hospital, quantos dias de internação, etc.

      Excluir
    2. Legal! Bom eu fui essa semana no Rotunda e preenchi o formulário,a atendente disse que vão me enviar uma carta em duas semanas! Estou tranquila pois sai do Brasil e dia 19 eu fiz meu morfológico de segundo trimestre e Gracas a Deus esta tudo bem! :-)

      Excluir
    3. Desculpe a demora em responder. Minha baby nasceu dia 5 de março. Depois detalho o parto e o pós parto no Rotunda.

      Excluir
    4. Celinha
      Vc foi do Brasil para a Irlanda já gravida?
      Como vc fez para ter direito ao atendimento hospitalar?
      Vc terá alguém pra ti auxiliar qdo o bb nascer?

      Excluir
    5. Oi Lini. Desculpe somente agora te responder. Vá em algum GP e você poderá começar a entrar no esquema daqui e pode escolher o hospital. O próprio GP te dará as opções dos hospitais.

      Excluir
    6. Celina, eu também estou gravida e vou para Irlanda, porém me falaram que tem a possibilidade de me enviarem de volta por ter engravidado do Brasil e não poderei ter meu filho lá. Queria muito conversar com alguém que passou por essa experiencia, você pode me ajudar? meu e-mail é sylveria.lopes@gmail.com

      Excluir
  3. Olá tudo bem?

    Poderia por favor dizer em qual unidade hse foi seu atendimento? Desde jah agradeço.

    Parabens pelo blog e claro, pelo baby ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela!!! Obrigada! Eu morava em D9 (Ballymun) e fui atendida lá. Agora moro em Donabate, então pedi transferência de GP e de local (que agora é Swords) para ser atendida pela Midwife. Eu gostava do atendimento em Ballymun, mas depois que a baby nascer ela será acompanhada onde eu fazia meu pré natal. Então é melhor um lugar mais perto de casa, né?

      Excluir
  4. Olá tudo bem?

    Gostaria de saber em qual unidade hse vc foi atendida, please ;)

    Parabens pelo blog e claro...pelo baby.

    Desde jah agradeço

    ResponderExcluir
  5. Olá pessoas. Vou tentar escrever um post detalhando como foi o parto no Rotunda, como foram meus dias internada e o pós parto em casa. Adianto que tive que fazer uma cesaria.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde
    Gostaria de saber se fazem exame para sindrome down? Estou grávida do meu primeiro filho e já tenho 33 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta! Parabéns! Se não me engano NÃO fazem esse exame como algo rotineiro. Acredito que você teria que pagar para fazer esse exame.

      Excluir
  7. Olá, estou de mudança pra Irlanda em janeiro e até lá estarei de umas 27 semanas, logo meu bebê nascerá aí. Como está tudo bem corrido com a mudança pois recebemos a notícia esta semana e já estou de 19 semanas, estou um pouco tensa. Queria poder trocar uma ideia mais pessoal com alguma de vcs que passaram já por isso e pelo visto não tiveram problemas. Se puderem me enviar um email ou me chamar no face, super agradeço. Meu face Maria Helena Abdalla Dardis e email abdallinha@hotmail.com. :) sou mãe de primeira viagem então estou meio perdida! Rsrs

    ResponderExcluir
  8. Meninas, estou de 19 semanas e em janeiro estou de mudança pra Dublin. Maridao arranjou emprego aí é estamos nos preparando pra mudança. Janeiro estarei ao redor de 27 semanãs, então estou meio tensa, na realidade, meio perdidático, mesmo pq sou marinheiro de primeira viagem. Gostaria de ter um contato de alguma de vcs que já passaramuito por isso pra me dar uma luz. Rsrs meu face Mária Helena Abdalla Dardis e meu email abdallinha@Hotmail.com. Vou ler mais este blog, li bastante mas acho que ainda tem mais conteúdo pra me ajudar. Obrigada meninas!

    ResponderExcluir
  9. Ola!! Estou em Dublin e me consultei hoje no Rotunda. Estou na 10a semana. Mas eles dizem que a proxima consulta, se estiver tudo bem, e so com 21 semanas. Ate la nao vou aguentar esperar pra saber o sexo, ja q hoje ainda estava muito recente para aparecer no ultrassom. Agluem saberia me dizer onde procuro pra fazer ultrassom (pago ou nao - se tiver opcao)? Estou querendo fazer de novo por volta da 17a semana mas o hospital nao permite fazer da 21a semana. Obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Reconhecimento de nutricionista na Irlanda

Olá pessoas, Hoje recebi a notícia que finalmente sou considerada Dietitian na Irlanda. Aqui é diferente do Brasil. No Brasil ter um diploma de Bacharel em Nutrição bastaria para você atuar em qualquer area escolhida. Aqui na Irlanda para você ser considerada uma nutricionista cliclín tem requisitos. Eu estou tentando o reconhecimento desde que cheguei em 2014. Na época o reconhecimento era feito pelo Departamento de Saúde. Eu enviei uma caixa (sim! Uma caixa de documentos em português e traduzido). Dentre os documentos se encontravam meus diplomas: bacharelado em Nutrição, Especialização em Nutrição Clínica, Mestrado e Doutorado em Alimentos e Nutrição e TODAS as ementas de cada uma das matérias feitas de todos os cursos. Haja papel! Só o formulário dava mais se 20 páginas depois de preenchido. Além disso eu tive que ser entrevistada por uma banca de dietitians. Acha que basta???? NÃO! Depois de passar por tudo isso...o processo de reconhecimento MUDA e o orgao

Creche na Irlanda - é de graça?

Olá pessoas! Não paro de me desculpar pela ausência. Mas é bem difícil administrar casa, bebê, trabalho, e blog. Depois de meu baby nascer eu comecei a me interessar e mergulhar no mundo infantil da Irlanda. E um dos assuntos que tenho pesquisado é CRECHE. Quando eu engravidei eu trabalhava full time (tempo integral) e cada dia e semana eu trabalhava em horários diferentes. Ou seja, não tinha uma rotina! Como iria fazer com bebê em casa? Meu marido também trabalha full time e em horários "loucos". Confesso que fiquei desesperada! Afinal, só o salário do meu marido não pagaria todas as contas. Então comecei a procurar as creches mais perto de casa e fui visitá-las. Não tinha ideia do preço, nem de horário de funcionamento, nem das estruturas da creche e muito menos das atividades e peculiaridades. Tem muitas creches onde eu moro, mesmo sendo uma cidade pequena. Não é de se espantar, já que o que não falta nesta Irlanda é crianças!!!! Fiquei assustada co

Como não gastar muito no enxoval do bebê na Irlanda

Olá pessoas, Acredito não ter mencionado em post anterior, mas estamos esperando nossas segunda filha. Para ser exata essa semana estamos com 32 semanas. A cesaria esta agendada para dia 26 de setembro e até lá o enxoval tem que estar pronto não? Entao, como não gastar muito e deixar tudo pronto? Aqui na Irlanda mercado de produtos usados é bem forte. Tem coisas muito boas com preço muito em conta. E onde pode-se comprar produtos usados ou mesmo conseguir doacao? Adverts.ie Donedeal.ie Marketplace no Facebook Comunidades de mães brasileiras na Irlanda no Facebook Amigas Além de produtos usados há muitas coisas boas que são doadas e nesses mesmos canais onde se compra produtos usados. Além disso, converse com as amigas que tem filhos sobre o que você precisa. Muitas podem te doar, vender ou emprestar. Deixe eu exemplificar, eu queria muito nos primeiro meses dessa segunda bebê usar o berço que meio que se acopla na cama (no caso o berço se chama Nex